Obras durante a pandemia: entenda o que fazer para evitar transtornos com os demais moradores sem que seja preciso parar a reforma

Com a pandemia do novo Coronavírus, medidas sobre a realização de obras durante o isolamento social foram estabelecidas pelas prefeituras e condomínios em geral. Como muitas construções continuam em andamento, Gustavo Pozzato, arquiteto e fundador da 1comodo (www.1comodo.online), startup especializada em reformar ambientes em até 10 dias, explica como diminuir os transtornos causados e evitar dores de cabeça com vizinhos e administradores dos prédios.

1 – Seguir as normas da ABNT 16.280, que cuida da segurança e da durabilidade das obras executadas, é importante. A norma obrigatória foi publicada em 2016, porém muitos condomínios ainda não a põem em prática;

2– É obrigatória a apresentação do Registro de responsabilidade técnica de um profissional de arquitetura e engenharia para a realização dos serviços nas unidades privativas;

3- Sempre que for iniciar uma obra, é necessário avisar o período de duração além de fazer vistoria nos apartamentos vizinhos a fim de evitar problemas como rachaduras ou quebra de algum objeto de valor;

4 – Apresente um cronograma para que o condomínio possa ter uma ideia da duração da obra, e também o jogo de plantas com as alterações que serão realizadas;

5 – Faça registros fotográficos diários da obra – dessa forma, todos os passos ficam registrados e você evita futuras dores de cabeça;

6 – Envie uma carta aos vizinhos informando os contatos caso haja qualquer tipo de problema. Se a obra atrapalhar em algum momento os demais moradores, eles poderão informar o que está acontecendo;

7 – Solicite que seus profissionais tenham uma política de boa vizinhança. Em época de pandemia, as pessoas fazem muitas reuniões em casa e o barulho pode atrapalhar a rotina.

Dicas para os vizinhos minimizarem os problemas com a obra ao lado

1 – Exigir ao síndico que a obra possua um profissional de arquitetura ou engenharia acompanhando e assinando a responsabilidade técnica.

2 – Ser avisado sobre início da obra antes que ela comece. Assim você pode se programar em relação a nova rotina do barulho

3 – Fazer um relatório fotográfico da sua casa com antes e depois das obras. Caso apareçam rachaduras ou quebras será mais fácil provar que foi a obra que as ocasionou

4 – Tente negociar com o responsável a realização de intervalos para não atrapalhar sua rotina

 

Gustavo Pozzato
Gustavo Pozzato

 

 

Texto cedido por: La Presse Comunicação, enviado por Luana Clara de Souza em 21/09/2020.

Imagem: Freepik (<a href=”https://br.freepik.com/fotos/pessoas”>Pessoas foto criado por rawpixel.com – br.freepik.com</a>)

 

Please follow and like us:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *