Cabelo saudável na quarentena

Sabemos que a quarentena e o isolamento social pode ser prejudicial se não estamos com a nossa saúde em dia, isso afeta até o nosso cabelo. Pensando em ajudar você, buscamos informações importantes de como você pode cuidar do cabelo para não ficar ainda mais estressada e encontramos o site DermaClub que traz uma entrevista muito bacana com uma dermatologista. Confira:

 

ENTREVISTA COM DRA. FLÁVIA ALVIM SANT’ANNA ADDOR, MEMBRO DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE DERMATOLOGIA

Assim como a pele, o cabelo também sofre quando passamos por alguma mudança brusca na rotina: momentos de estresse, noites mal dormidas ou quando fazemos uma alimentação nada saudável. Caspa, dermatite seborreica e queda de cabelo são alguns desses problemas. Mas como podemos revertê-los? O DermaClub entrevistou a dermatologista Dra. Flávia Addor, que explicou porque essas complicações aparecem – especialmente num momento como o de quarentena – e como tratá-las.

 

O estresse e a ansiedade podem afetar o cabelo?
De acordo com a médica, qualquer desequilíbrio emocional pode atrapalhar o ciclo de vida dos folículos pilosos, antecipando o estágio de queda. “O problema mais comum de é o eflúvio telógeno, uma perda difusa de cabelos que está relacionada ao estresse”. Neste caso, é comum que caia uma grande quantidade de fios, deixando algumas falhas no couro cabeludo. Entretanto, esse problema pode ser revertido, desde que a causa seja tratada e eliminada.

 

Uma alimentação nada saudável também atinge a saúde capilar?
A falta de nutrientes no organismo, como vitaminas, proteínas e minerais podem causar o enfraquecimento dos fios e, consequentemente, a perda intensa. Para manter um cabelo forte, macio e brilhoso, é necessário ter uma boa alimentação.

 

A Drª Flávia indica uma dieta que ajuda a manter os cabelos saudáveis e com um bom crescimento: “Ela deve ser aquela rica em proteínas (leite, ovos, carne, queijo) e antioxidantes naturais (verduras e frutas)”. Agora, uma alimentação de alto índice glicêmico pode refletir em fenômenos inflamatórios, piorando a dermatite seborreica.

 

Quando não dormimos bem, nosso cabelo também é afetado? O que acontece?
A especialista conta que existe sim, uma relação da falta de sono com a piora da queda de cabelo. “Ela está conectado com fatores hormonais, como a alopecia androgênica e uma , piora de lesões inflamatórias da dermatite seborreica”.

 

Sendo assim, a dermatologista indica dormir, pelo menos, oito horas de sono. Além de ser saudável para o seu cabelo, esse descanso ajuda a manter sua pele mais bonita, sem olheiras e o organismo em pleno equilíbrio.

 

Aproveite o tempo em casa para cuidar mais de você e do seu cabelo!

  • Tire uma horinha da sua rotina para fazer aquela hidratação capilar caseira super poderosa;
  • Pratique uma boa higiene do couro cabeludo para não se preocupar com a caspa;
  • Monte um cronograma capilar de acordo com as necessidades dos seus fios;
  • Aposte em uma linha de produtos com queratina para fortalecer o cabelo na medida certa.

Faça desse tempo em casa um motivo para cuidar mais de você e do seu bem-estar!

*Os dermatologistas especialistas são consultados como fontes jornalísticas e não se utilizam deste espaço para a promoção de qualquer produto ou marca. Para saber qual é o tratamento ideal para a sua pele, consulte um dermatologista da Sociedade Brasileira de Dermatologia.

 

 

 

Fonte: DermaClub (Acessado em 15/05/2020 – https://www.dermaclub.com.br/blog/noticia/cabelo-saudavel-na-quarentena-como-o-cabelo-pode-sofrer-com-o-estresse-ma-alimentacao-e-sono-desregulado_a9577/1)

Foto de Capa: Freepik.

Please follow and like us:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *